domingo, 28 de junho de 2009

Mesa-redonda bola-quadrada: Cruzeiro x Grêmio, Inter x LDU

Envolvido com o FISL 10, acabei esquecendo de postar o MRBQ da rodada, mas felizmente o Ulisses não deixou passar em branco. Não assisti nenhum dos jogos, numa rodada de derrotas gaúchas:
  • Cruzeiro 3x1 Grêmio (semifinal da Libertadores)
  • Inter 0x1 LDU (Recopa)
  • Brasil 1x0 África do Sul (Copa das Confederações)
Depois de saber o resultado do jogo do Grêmio, comentei que "Porto Alegre se transforma na capital mundial do 'eu acredito' ", com Inter e Grêmio precisando reverter vantagens de dois gols nos seus respectivos campeonatos. Com o resultado de quinta, mais ainda. Inter vive o seu "inferno astral" da temporada, justo nas finais. Na Libertadores, os resultados parciais apontam para a final Cruzeiro x Estudiantes que eu previ logo após as oitavas-de-final. Agora é hora de ver quem tem força de reverter.

8 comentários:

  1. Eu sou colorado, o Dunga só serviu pra me tirar 60% do time (Nilmar), que se foda a CDC.

    O cruzeiro eu já esperava. O sonho tricolor vai ficar pros meus netos.

    O Inter busca a recopa, vai "tentar" buscar a CDB.

    E vai ser campeão Brasileiro.

    ResponderExcluir
  2. Tem que fazer o flash back do futebol também.

    ResponderExcluir
  3. E eu falei no inicio da libertadores, Estudiantes vai ganhar.

    ResponderExcluir
  4. O time do Inter perdeu o foco, totalmente. Antes do início deste mês, era o time de melhor ataque no Brasil, invencível em seus domínios e que incomodava ao jogar fora. O mês está acabando e apenas um gol, um único golzinho, foi marcado. O Inter não conseguiu se impôr jogando fora e, para piorar, perdeu em casa.

    Aconteceu alguma coisa com o psicológico dos jogadores. Podem ter se acomodado frente ao favoristismo que cercava as ações da equipe, ou mesmo teriam se dispersado pensado em várias competições -- ou não pensando em nenhuma.

    O certo é que todos os resultados são reversíveis e o Inter está em boa posição no Brasileirão. Mas só a volta de Nilmar não garante o sucesso se Tite não conseguir focar a sua equipe. Se perder para o Corinthinas, com o fantasma Murucy (e até mesmo Luxemburgo), pode ser que não comande o time no final da Recopa...

    Já no jogo do Grêmio, o que ficou foi a acusação de racismo. Vendo de fora, não sei dizer quem fez mais alarde com a história, se a direção cruzeirense ou os dirigentes tricolores. De qualquer maneira, fica difícil obter o resultado necessário com um ataque tão pouco eficiente. Na verdade, este momento do Tricolor era uma tragédia anunciada: quando ele se batesse contra um clube qualificado, teria imensas dificuldades.

    E o Hisham muito correto na sua declaração. Quarta será o dia dos milagres -- ou da ruína.

    ResponderExcluir
  5. Aconteceu que todo mundo caiu na real. Até agora a dupla grenal só tinha jogado contra uns pica-fumo... Sobre o Grêmio, todo mundo tinha noção das limitações. O Inter que realmente tava enganando.
    Eu tô falando desde o começo do ano que a defesa colorada é fraca. E que o ataque só tem uma jogada: D'Alessandro lança Nilmar ou Taison, que fazem uma correria lá na frente e chutam pro gol. Quando o D'Alessando não joga ou é bem marcado (caso do primeiro jogo contra o Flamengo pela CDB), o time não ataca.
    O Taison é guri e encheram demais a bola dele no gauchão. Agora que pegou times mais qualificados e a responsabilidade do ataque tá nas mãos dele, ele desaparece.
    Se Grêmio ou Inter quiserem ganhar algum título importante esse ano, vão ter que mudar ou... mudar de vez!!! Senão serão comida de leões africanos...

    ResponderExcluir
  6. Pode parecer apenas discordância de colorado, mas não acho que o Inter seja um "time enganador". Previsível sim, e fácil de dar um nó tático, talvez. Se fosse enganador, não estaria disputando final de Copa do Brasil nem estaria (ainda) bem posicionado na arrancada do Brasileiro.

    Mas eu confesso que esperava uma resistência maior do tricolor nestes últimos jogos, ainda que seja uma equipe mais limitada.

    ResponderExcluir
  7. O Inter é um time bom. Mas digo engenador porque ao contrário do que se dizia dentro e fora do Beira-Rio, não é um time equilibrado e onde os reservas tem a mesma qualidade técnica dos titulares. Ouvi falar até em Rolo Compressor... Mas com certeza é uma das melhores equipes em atividade no país neste ano!

    No caso do Grêmio contra o Cruzeiro, antes da partida pensei que não fosse ver a cor da bola. Tradicionalmente, o time tem dificuldade em jogar em campos grandes como no Maracanã ou no Mineirão. Depois, sempre toma laço do Cruzeiro em mata-mata. Somando-se a isso, o time do Cruzeiro é muito superior do meio pra frente. Mas vendo o primeiro tempo, achei que o Grêmio ia sair de BH com um empate. Só que o segundo gol em menos de 2 min do segundo tempo desestabilizou o time e fez o Cruzeiro crescer. Foi o mesmo que aconteceu em 2007 na Bombomera...

    ResponderExcluir
  8. Ah, sim, agora entendi, Roberto.

    ResponderExcluir